segunda-feira, 26 de outubro de 2009

dia seguinte

Acordo. “Merda”, penso. Ainda está cedo demais. É domingo, seis da manhã. Ando pela casa, volto para a cama. Olho o celular, mensagens e bateria acabando. Volto a dormir.
Acordo novamente. “Merda”, penso. Sem vontade de sair da cama. Ainda oito e meia da manhã. “Não preciso levantar agora. Não vou levantar agora...”,penso. Não estou me sentindo bem. Vontade de ficar enrolando o dia todo ali. Fica quente, tiro o cobertor. Mudo de posição. Durmo. O celular desperta. Desligo o despertador. Volto a dormir. Acordo, o celular tocando. Fico ali parada. Atendo. Tenho que levantar, tenho que arrumar mala, tenho que almoçar com os meninos...
A vontade é de me empanturrar de doce. Ficar o dia todo em casa. Dá vontade de chorar em algumas horas. Preguiça de respirar. Preguiça de comer. Meu olho está inchado?E meu coração fica apertado dentro do peito. Parece que terminei com o namorado...Fazem o favor de me lembrar que nunca terminei com o namorado. Mas sim,estou na fossa porque meu irmão casou.


*****


Não me culpem por afirmar que você é o melhor de três.

Um comentário:

  1. "Não me culpem por dizer que você é o melhor de três." [2]

    ResponderExcluir

Sem horas e sem dores,esse espaço é recomendado para seus escritos, sejam eles sobre o texto ou sobre a resposta fundamental da vida,do universo e tudo mais.


E-mail para tagarelar mais:
anaclaraj@gmail.com

Fica um abraço pra quem sentir vontade de receber um.