segunda-feira, 21 de março de 2011

É a vida.

Não fale para mim que a vida é assim, ela pode até ser, mas não diga que nada disso tem como mudar, que é o jeito, que não se pode ter tudo. Não que eu não saiba, mas quando sofro, eu quero é gritar, reclamar, quero que alguém diga que sente muito e que está tão revoltado quanto eu. Se não puder me acompanhar, pelo menos não diga que o que não tem remédio remediado está.

*****


Meu final de semana me curou de todas as dores do mundo. Ao namorado que tenho e a amiga que tenho, obrigada pela companhia, me fez muito bem.

4 comentários:

  1. Às ordens! Sempre...

    ResponderExcluir
  2. Quero te dizer um "sinto muito e estou tão revoltado quanto você" mais sincero do que a reprodução das palavras pode sugerir. Não sei o motivo da angústia, mas vc tem provas que não preciso dos motivos para sofrer pelas suas dores. Minha compaixão por ti é como um verbo intransitivo, não precisa de complementos, apenas é.

    ResponderExcluir
  3. http://vaticano-on-line.blogspot.com/2011/05/rede-globo-o-grande-dragao-vermelho.html

    ResponderExcluir

Sem horas e sem dores,esse espaço é recomendado para seus escritos, sejam eles sobre o texto ou sobre a resposta fundamental da vida,do universo e tudo mais.


E-mail para tagarelar mais:
anaclaraj@gmail.com

Fica um abraço pra quem sentir vontade de receber um.